quarta-feira

Apanhar bebedeiras Vs. A compreensão serena do que existe

"Porque é que eu me deixei vencer tantas vezes pelo tédio e para compensar ganzei-me ou apanhei bebedeiras ou tive ataques de fúria ou outros truques todos que as pessoas usam porque desejam tudo menos a compreensão serena do que existe, somente do que existe, que é afinal de contas tanto"

Robert Doisneau - Les coiffeuses (eu sou igualzinha depois de almoçar)

6 comentários:

Jamil S.P. disse...

E eu sou igualzinho a você, quando não tomo um café bem forte. ;)

Morcegos no Sótão disse...

Por isso é que considero que felicidade é paz de espírito... O que obviamente não implica que já a tenha atingido ou a tenha em todos os momentos. Uma bebedeira por cá, uns cogumelos pela Holanda, só uma vez quase sem outra, não fazem milagres, mas trazem mais brilho às histórias.

MJNuts

Beatrix Kiddo disse...

é exactamente este tipo de comentários que eu gostava de fazer nos blogs dos outros, e só me saem coisas tipo "post muito bom" mesmo que seja um tema que eu goste muito :( obrigada MJNuts por partilhares.

Jamil, café e sol na cara depois do almoço é do melhor. A parte do sol é que falha muitas vezes aqui pelo Porto...

{anita} disse...

"post muito bom"


(...temos algo em comum)

Giuliano Quase disse...

Beatrix,

fico com o Chico Science:

uma cerveja antes do almoço é muito bom pra ficar pensando melhor.

um beso

Plasticine disse...

Sempre lindo o Jack :)*