terça-feira

um dia o teu orgulho há-de dobrar-se

Hoje ainda sofres com a multidão, tu, que és um solitário: hoje ainda a tua coragem e as tuas esperanças estão inteiras.
  Mas um dia a solidão há-de fatigar-te, um dia o teu orgulho há-de dobrar-se e a tua coragem há-de ranger os dentes. Um dia hás-de gritar: «Estou só!»


5 comentários:

josé luís disse...

julguei que o país estava de luto... ;-)

Miss Murder disse...

Sim as pessoas assim mais cedo ou mais tarde aprendem...

Denise Scaramai disse...

... vesti uma pequena carapuça!

Regiani Moraes disse...

Obrigada pela visita e cometário ao meu blog.
Gostei muito daqui e voltarei...

Cristina Sá Lima disse...

ahahah, tão épico!