quarta-feira

Fazer toilette com intenção, o maior dos encantos femininos!

"Ter um amante é ter a feliz, a doce ocasião destes pequeninos afazeres - escrever cartas às escondidas, tremer e ter susto: fechar-se a sós para pensar, estendida no sofá; ter o orgulho de possuir um segredo; ter aquela ideia dele e do seu amor, acompanhando com uma melodia em surdina todos os seus movimentos, a toilette, o banho, o bordado, o penteado: é estar numa sala cheia de gente, e vê-lo a ele, sério e indiferente, e só eles dois estarem no encanto do mistério; é procurar uma certa flor que se combinou pôr no cabelo; é estar triste por ideias amorosas, nos dias de chuva, ao canto de um fogão; é a felicidade de andar melancólica no fundo de um cupé; é fazer toilette com intenção, o maior dos encantos femininos! Etc.
Estas pequeninas coisas, que enchem a sua existência, que a complicam em cor-de-rosa, que a idealizam - são a sua grande atracção. É o que amam. O homem amam-no pela quantidade do mistério, de interesse, de ocupação romanesca que ele dá à sua existência. De resto, amam o amor." 




9 comentários:

Joana disse...

quando li "cupé" associei logo ao Eça.

Beatrix Kiddo disse...

tb ficava bem "é a felicidade de andar melancólica no fundo de um coupé" not

leste os Maias ou assim?

Beatrix Kiddo disse...

eu não...

josé luís disse...

pois eu julgava que a só se podia andar melancolicamente feliz no fundo de um pensativo fiacre... ou quiçá de uma vulgar tipóia ;)

josé luís disse...

quanto à menina da foto, revela bem que fez toilette com a intenção de dar música...

Ana Luísa disse...

Dizem do Eça que implica com a gente feminina. Eu cá acho que ele apenas traz para literatura o que de melhor as mulheres têm para fazerem sobressair alguma tacanhice masculina.

Beatrix Kiddo disse...

fez toilette mas chegaste tarde ela já se tinha despido e escondido atrás do violoncelo

no entanto, a imagem que estive para pôr: http://www.net-a-porter.com/product/107937# (a que tem uma pessoa dentro das meias)

Zé alberto disse...

Concordo com a Ana Luisa.

Joana disse...

Li os Maias mas não acabei porque depois nas aulas analisávamos e quando começamos a analisar coisas que eu ainda não tinha lido, deixou de ter piada ler o resto.