segunda-feira

Não há senão um caminho

"O senhor está olhando para fora, e é justamente o que menos deveria fazer neste momento. Ninguém o pode aconselhar ou ajudar, — ninguém. Não há senão um caminho. Procure entrar em si mesmo. Investigue o motivo que o manda escrever; examine se estende suas raízes pelos recantos mais profundos de sua alma; confesse a si mesmo: morreria, se lhe fosse vedado escrever? Isto acima de tudo: pergunte a si mesmo na hora mais tranqüila de sua noite: "Sou mesmo forçado a escrever?” Escave dentro de si uma resposta profunda. Se for afirmativa, se puder contestar àquela pergunta severa por um forte e simples "sou", então construa a sua vida de acordo com esta necessidade (...) Também, meu prezado Senhor, não lhe posso dar outro conselho fora deste: entrar em si e examinar as profundidades de onde jorra sua vida; na fonte desta é que encontrará resposta à questão de saber se deve criar. Aceite-a tal como se lhe apresentar à primeira vista sem procurar interpretá-la. Talvez venha significar que o Senhor é chamado a ser um artista. Nesse caso aceite o destino e carregue-o com seu peso e a sua grandeza, sem nunca se preocupar com recompensa que possa vir de fora. O criador, com efeito, deve ser um mundo para si mesmo e encontrar tudo em si e nessa natureza a que se aliou"

"I know you want to sing. See. I love to sing. Nothing makes me happier.I either wanted to be a singer or the head of the Ice Capades. Hey. Do you know who the Ice Capades are? Don't roll your eyes. They were very cool. I went to my mother who gave me this book...called Letters To A Young Poet. Rainer Maria Rilke. He's a fabulous writer. A fellow used to write to him and say: "I want to be a writer. Please read my stuff." And Rilke says to this guy: "Don't ask me about being a writer. lf when you wake up in the morning you can think of nothing but writing...then you're a writer." I'm gonna say the same thing to you. If you wake up in the mornin' and you can't think of anything but singin' first...then you're supposed to be a singer. 
- What's the point of your story. 
- What's the point? Read the book."

Não sei mudar o tipo de letra ali do primeiro texto
  
O livro (em Inglês) 

4 comentários:

Paulo Assim disse...

Tenta copiar para Word, muda o texto ao teu gosto e insere de novo no blog.

Será que resulta?
às vezes sim...

Jamil S.P. disse...

amanhã vou comprar um livro que traz essas cartas do Rilke (o título exato da obra é "Cartas a um Jovem Poeta a Canção de Amor e de Morte"); fiquei bastante interessado depois de ler seu post.
obrigado, **

Beatrix Kiddo disse...

pois eu tentei essa cena no word...mas não deu e desisti logo :) imprimi o livro com as cartas também. Parece-me muito bem

AnaLui disse...

Adoro o teu blog :)